Turista argentina entra por engano em morro e é baleada no Rio

Carro onde estariam a estrangeira entrou por engano no Morro dos Prazeres e foi alvo de disparos; em dezembro, turista italiano morreu na mesma região

Vinicius Neder, O Estado de S.Paulo

27 Fevereiro 2017 | 22h26
Atualizado 28 Fevereiro 2017 | 00h02

RIO - Em meio ao carnaval, uma turista argentina foi baleada nesta segunda-feira, 27, no Morro dos Prazeres, favela no bairro de Santa Teresa, região central do Rio. A vítima foi levada para o hospital Souza Aguiar, no Centro, e passou por cirurgia na noite desta segunda. 

A Secretaria Municipal de Saúde, que administra o hospital, informou apenas que o estado de saúde da turista é “delicado”. Após a cirurgia, a vítima foi levada para o Centro de Terapia Intensiva (CTI) e seu quadro é estável. A bala atingiu as costas da vítima e saiu pela perna, informou a secretaria.

Segundo o jornal O Globo, a turista, identificada como Natália Cappetti foi atingida após o carro em que ela e mais três pessoas errou um caminho e entrou por engano no Morro dos Prazeres, onde foi alvo de tiros disparados por traficantes de drogas. O carro teria sido atingido por seis tiros, segundo o jornal.

O Morro dos Prazeres foi onde foi morto, em dezembro, o turista italiano Roberto Bardella, de 52 anos. Ele estava com o primo, também italiano, Rino Polato, de 59, que não sofreu ferimentos. Os dois seguiam para a zona sul em duas motocicletas e também erraram um caminho, entrando por engano na favela. Bardella, que tinha uma câmera presa ao capacete e ia na frente, foi atingido fatalmente. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.