Reprodução Google Strret View
Reprodução Google Strret View

Turista baleada ao entrar em favela por engano passa bem

Ela foi atingida por dois tiros no abdômen ao errar o caminho quando ia de carro do Rio de Janeiro para Paraty, com o marido e três filhos

Constança Rezende, O Estado de S.Paulo

07 Agosto 2017 | 15h09

RIO - A turista inglesa Eloise Dixon, de 46 anos, baleada ao entrar por engano em uma favela em Angra dos Reis, na Costa Verde do Rio, foi submetida a cirurgia e passa bem, segundo a Polícia Civil. 

Ela foi atingida por dois tiros no abdômen ao errar o caminho quando ia de carro do Rio de Janeiro para Paraty, com o marido e três filhos.

Eles estavam em um veículo na Rodovia Rio-Santos (BR-101), quando entraram na comunidade Água Santa , pois entenderam errado uma orientação sobre o trajeto. Traficantes abriram fogo contra  carro e feriram a estrangeira.

De acordo com o delegado Bruno Gillabert, titular da 166a Delegacia de Polícia (Angra dos Reis), uma perícia foi realizada no local, e as vítimas serão ouvidas "assim que tiverem condições". 

"A equipe da delegacia de Angra, com os coordenadores da região, está dando todo o suporte aos ingleses. O consulado inglês já foi avisado sobre o caso e sobre as providências que a Polícia Civil adotou", informou a polícia, por meio de nota, acrescentando que a equipe da 166ª DP busca imagens de câmeras da localidade para tentar identificar e prender os autores do crime.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.