Assessoria da Operação Centro Presente
Assessoria da Operação Centro Presente

Uma pessoa morre e duas ficam feridas em tiroteio numa das principais vias do centro do Rio

Motoristas de duas motocicletas disparam quando foram abordados por policiais na Avenida Presidente Vargas; eles também fizeram disparos nas imediações da Central do Brasil

Daniela Amorim e Marina Dayrell, O Estado de S.Paulo

19 Março 2018 | 10h49

RIO - Uma pessoa morreu e pelo menos outras duas ficaram feridas em um tiroteio que levou pânico na manhã desta segunda-feira, 19, a quem passava pela Avenida Presidente Vargas, uma das principais vias do centro do Rio de Janeiro. 

Segundo informações da operação Centro Presente, quatro ocupantes em duas motocicletas passavam pela avenida no sentido zona norte, próximo ao prédio do Departamento de Trânsito do Estado do Rio de Janeiro (Detran), quando policiais que estavam a pé avistaram uma arma e deram ordem de parada. Os ocupantes das motocicletas atiraram contra os agentes e conseguiram fugir.

+++ Tiroteio na Rocinha volta a assustar moradores e a fechar vias no Rio

Antes de receberem a ordem de parada, os criminosos haviam assaltado uma loja de telefonia na Presidente Vargas. No local, de acordo com a assessoria de imprensa da operação, os suspeitos entraram em confronto com o segurança do estabelecimento, que foi atingido por estilhaços. 

Durante a fuga, os envolvidos deixaram cair uma mochila com 42 aparelhos de celular roubados e um carregador de pistola 9 mm, que foram recuperados pelos agentes de segurança. Não houve policiais feridos.

+++ PSOL se mobiliza contra notícias falsas sobre Marielle; 11 mil denúncias já foram feitas

Mais adiante, nas imediações da Central do Brasil, os suspeitos fizeram novos disparos contra um veículo da operação Centro Presente que estava estacionado na região. Durante o tiroteio, pelo menos duas pessoas que estavam em um ponto de ônibus foram atingidas. Elas foram socorridas pelos policiais e levadas para o Hospital Municipal Souza Aguiar. 

A Secretaria Municipal de Saúde informou que um homem que estava no ponto foi atingido na perna, não resistiu ao ferimento e morreu. O outro ferido foi baleado no pé esquerdo, mas está em quadro estável, assim como o segurança atingido por estilhaços. Não há informações sobre prisões.

Centro Presente. A Operação Centro Presente teve início em 4 de julho de 2016 para ajudar a combater a violência no centro do Rio de Janeiro. A equipe é composta por policiais militares e agentes civis egressos das Forças Armadas, que filmam as abordagens realizadas pela operação. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.