Pilar Olivares/Reuters
Pilar Olivares/Reuters

UPP registra ao menos dois feridos em tiroteio na Rocinha

Corpo de um dos baleados ainda não foi localizado pela polícia; não há informações oficiais sobre mortes

Fernanda Nunes, O Estado de S.Paulo

17 Setembro 2017 | 13h03

RIO - Ao menos duas pessoas foram baleados durante um tiroteio que ocorre desde o início da manhã deste domingo, 17, na favela da Rocinha, na zona sul do Rio. Segundo a assessoria de imprensa da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP), um dos feridos foi socorrido por equipes da unidade e há informações de um segundo baleado, "porém, os policiais ainda não conseguiram localizar o corpo", afirmou. "Policiais do grupamento aeromóvel seguem acompanhando a movimentação na reação", traz a nota, que não informa se há mortos.

O confronto entre traficantes começou no início da manhã. Por volta das 6h, a unidade da UPP na Via Ápia, um dos principais acessos à Rocinha, foi atacada, o que intensificou ainda mais o tiroteio, dessa vez, envolvendo também policiais militares, de acordo com a assessoria da UPP. 

Nas redes sociais, moradores divulgam vídeos com cenas do confronto. A página do Facebook criada para alertar a população para áreas de riscos na cidade, a OTT (Onde Tem Tiroteio), mostra a movimentação de traficantes. Na página Rocinha Alerta, internautas postaram cenas de moradores impedidos de subir a favela e retornas às suas casas. Veja as imagens abaixo:

 

Mais conteúdo sobre:
RioViolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.