Vídeo mostra momento da queda de paraquedista no Rio

Com forte vento, o parapente se dobrou, fazendo o piloto cair; segundo os bombeiros, ele morreu no local

O Estado de S. Paulo

10 Agosto 2015 | 11h37

Imagens feitas por um cinegrafista amador e divulgadas  na internet mostram os últimos minutos de vida do empresário Tiago Amorim Cobra, que morreu neste domingo, 9, após um acidente ao saltar de speed fly - uma versão de parapente de alta velocidade - da Pedra Bonita, na Gávea, zona sul do Rio. Cobra, que tinha 48 anos, era um paraquedista experiente e já tinha realizado um salto do Cristo Redentor, considerado de alta dificuldade.   

No vídeo, é possível perceber que o vento dobra a vela, fazendo com que ela se vire e o piloto perca o controle, caindo. O tipo de parapente usado por Cobra nesse voo não tinha reserva. Segundo informação do Corpo de Bombeiros, ele morreu no local.

O corpo foi resgatado por helicóptero dos bombeiros, 20 metros abaixo da rampa de onde o paraquedista pulou. O acidente aconteceu por volta das 15 horas de domingo. Cobra costumava publicar no Facebook vídeos e fotos de voos de speed fly. A última publicação foi no sábado, 8.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.