Violência no Rio é destaque na imprensa mundial

Queda de um helicóptero da PM ganha as páginas de jornais e agências de notícias

Alexandre Inácio,

17 de outubro de 2009 | 20h07

A violência registrada no Rio de Janeiro desde a madrugada deste sábado arranhou a imagem da cidade, que há duas semanas foi eleita para sediar os jogos olímpicos de 2016. As principais agências de notícias internacionais divulgaram para todo o mundo informações e as imagens da queda de um helicóptero da Polícia Militar, que atingido por tiros de traficantes, explodiu após um pouso forçado.

 

Veja também:

linkConflitos no Rio deixam 12 pessoas mortas, diz Beltrame

linkPolícia sabia de confronto, admite secretário

linkGoverno oferece ajuda da Força Nacional ao Rio

linkCabral vai manter 'enfrentamento'

Em seu site, o jornal americano The New York Times mencionou que a queda do helicóptero ocorreu apenas a oito quilômetros de distância de uma das regiões onde acontecerão os jogos de 2016. O Washington Post destacou a falta de segurança no Rio e disse que este foi um dos piores atos de violência dos últimos tempos.

Os britânicos The Guardian e Telegraph reforçaram a quantidade de favelas existentes na cidade, sendo a maioria delas controlada por traficantes e pelo crime organizado. O site do Telegraph destacou ainda mais de 6 mil pessoas são mortas por ano no Rio de Janeiro por conta da violência gerada pelo tráfico, das quais 1 mil são policiais.

A violência nos morros cariocas foi destaque até mesmo na rede de notícias Al Jazerra, conhecida internacionalmente por veicular informações de guerras, atentados e ataques terroristas do mundo árabe. Em seu site, a agência também lembrou que os acontecimentos de hoje acorrem poucas semanas após a cidade ter sido escolhida para sediar os jogos olímpicos, superando Tóquio, Chicago e Madri.

 

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
violência, tráfico, Rio de Janeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.