FERNANDO FRAZAO/AGENCIA BRASIL
FERNANDO FRAZAO/AGENCIA BRASIL

Vítima do desabamento do Muzema é enterrada

Claudio Rodrigues, de 40 anos, era pastor; mulher da vítima continua internada em estado grave

Fernanda Nunes, O Estado de S.Paulo

15 de abril de 2019 | 12h23

RIO - Foi enterrada neste domingo, 14, a primeira vítima do desabamento de dois prédios na comunidade do Muzema, na zona oeste do Rio. Cláudio José de Oliveira Rodrigues, de 40 anos, era pastor. Ele foi sepultado no cemitério do Pechincha, com a presença de mais de 100 pessoas, inclusive da filha de 10 anos, uma das sobreviventes do desabamento. 

A pequena Clara teve ferimentos leves. Já Adilma Rodrigues, esposa do pastor, de 35 anos, continua internada em estado grave no CTI do hospital Lourenço Jorge, localizado na Barra da Tijuca. 

Resgate

Bombeiros permanecem na comunidade do Muzema em busca de sobreviventes. O domingo foi de chuva leve, o que dificulta o trabalho. Até o início da noite deste domingo, 15 pessoas permanecem desaparecidas. Nove mortes já foram confirmadas. Desde a manhã de sexta, 100 militares da corporação atuam nas buscas com o auxílio de cães farejadores, drones e helicópteros. 

Na noite de sábado, foi encontrado o corpo de um menino nos escombros. Com mais essa vítima, chegou a nove o número de mortos. O corpo da criança foi encontrado por volta das 22h deste sábado, 13. Duas horas antes, os bombeiros haviam localizado mais uma vítima, uma mulher, entre os escombros. Os dois corpos, ainda não identificados, foram encaminhados para o Instituto Médico Legal.

Ao todo, os bombeiros retiraram 17 pessoas dos escombros, seis delas com vida. Um adolescente morreu no hospital. Ainda há quatro sobreviventes internados. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.