VLT do Rio será gratuito nos primeiros 40 dias de operação

Funcionamento começa no dia 22 de maio, entre a Rodoviária Novo Rio e o Aeroporto Santos Dumont; cobrança será feita só em junho

Roberta Pennafort, O Estado de S. Paulo

10 Maio 2016 | 17h07

RIO - O embarque no Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) do centro do Rio será gratuito nos primeiros 40 dias de funcionamento. A operação começa no dia 22 de maio, entre a Praça Mauá e o Aeroporto Santos Dumont, e a cobrança será feita somente a partir de 1º de julho. O objetivo é que os cariocas se habituem ao novo modal de transporte.

A principal preocupação da Prefeitura é com a segurança dos pedestres - na fase de testes, pessoas ficaram no trilho do VLT esperando o bonde se aproximar para tirar selfies - correndo risco de atropelamento. 

O VLT é silencioso mas tem uma sineta anunciando sua chegada, e inicialmente será precedido por batedores em motos. "Nosso alerta é que a população fique muito atenta. Todas as medidas de segurança estão sendo tomadas", disse nesta terça-feira, 10, o secretário municipal de transportes, Rafael Picciani.

Inicialmente o funcionamento será por apenas três horas ao dia, de meio-dia às 15 horas, e com intervalos de 30 minutos entre cada bonde. Quando a operação for normalizada, o VLT vai operar 24 horas por dia, sete dias por semana.

A cobrança da tarifa (R$ 3,80) será através da validação dos bilhetes pelo próprio usuário. A fiscalização será realizada por agentes da concessionária e guardas municipais. O secretário afirmou confiar na honestidade da população. Quem não pagar receberá multa de R$ 170.

Mais conteúdo sobre:
Aeroporto Santos Dumont

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.