Voos no Galeão voltam a operar normalmente após atrasos

A concessionária RIOgaleão, que administra o aeroporto internacional do Rio Tom Jobim, informou que os voos dessa sexta-feira, 20, já estão normalizados, depois de uma manhã e tarde tumultuadas. O número de voos atrasados chegou a 25, e isso foi motivado por obras que interditaram uma pista. Em nota, a concessionária explica que, "devido a um fluxo maior de aeronaves por conta de voos que iriam para Guarulhos e Congonhas e pousaram no Aeroporto Internacional Tom Jobim", as aeronaves estão aguardando um tempo longo no pátio para decolar. As manobras dos aviões para o Rio se deveram ao mau tempo em São Paulo.

ROBERTA PENNAFORT, Estadão Conteúdo

20 Novembro 2015 | 15h41

"A pista em operação tem capacidade para movimentação normal, mas intervenções operacionais de outros aeroportos podem causar esse aumento de intervalo entre as decolagens", informa ainda o texto. A obra na pista do Galeão dará mais "integridade e segurança" às operações no aeroporto, diz ainda a nota.

A intervenção foi iniciada na segunda-feira e tem previsão de conclusão de 30 dias. Está sendo feita mesmo durante o feriado da Consciência Negra porque a concessionária avaliou que era melhor fechar a pista antes do pico de passageiros de dezembro, alta temporada, quando coincidem festas de fim de ano e férias escolares, com o carnaval na sequência.

A obra "é necessária devido ao desgaste natural nas pistas por influência de fatores externos, como as condições climáticas e o contato das aeronaves com o solo", segundo nota divulgada antes de seu início. Nessa nota, a concessionária dizia que a intervenção não iria atrapalhar as operações.

Mais conteúdo sobre:
aeroportosRioGaleão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.