Rogerio Santana/Governo RJ
Rogerio Santana/Governo RJ

Witzel anuncia volta 'quase total' da economia do Rio em outubro

Governador publicou decreto nesta quarta-feira em que autoriza a reabertura gradual de novos setores do comércio, como academias de ginástica e salões de beleza

Wilson Tosta, O Estado de S.Paulo

22 de julho de 2020 | 10h14

RIO - O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), anunciou nesta  quarta-feira, 22, que a economia do Estado voltará à normalidade no quarto trimestre do ano se a pandemia do novo coronavírus continuar a cair no ritmo atual. A previsão projeta a volta à normalidade a partir de outubro - até lá, provavelmente, continuariam a ocorrer restrições parciais, por setor e horário, por exemplo.  

"Se a curva de contágio continuar em queda nos próximos meses, projetamos uma retomada quase total da atividade econômica no Estado já no último trimestre do ano", postou o governador no Twitter.

Witzel publicou no Diário Oficial desta quarta decreto em que autoriza a reabertura gradual de novos setores do comércio, como academias de ginástica e salões de beleza, desde que sejam respeitados protocolos e medidas de segurança. O texto prorroga até 5 de agosto algumas medidas de prevenção e enfrentamento à pandemia no Estado.

O texto  também autoriza atividades culturais ao ar livre nas regiões Metropolitana, Baixada Litorânea e Noroeste, respeitada a distância mínima de um metro entre as pessoas; atividades esportivas coletivas ao ar livre; e abertura de lojas de comércio de rua, incluindo galerias, exclusivamente no horário das 9h às 19h, até o limite de 50% de sua capacidade total. O decreto libera ainda a abertura das unidades do Rio Poupa Tempo e do Detran.

Atualmente, as regiões Metropolitana I, Metropolitana II, Baixadas Litorâneas e Noroeste estão na bandeira de cor amarela - apresentam nível de risco baixo. O resto do Rio de Janeiro está na cor laranja, símbolo de risco moderado. A nota técnica é emitida quinzenalmente, com atualização e detalhamento dos indicadores do Painel Covid, que fundamenta a adoção de ações em relação à flexibilização ou restrição de atividades econômicas e sociais, no Diário Oficial do Estado.

"Estamos retomando a economia fluminense de forma segura e gradual, nos baseando em dados epidemiológicos da Secretaria de Saúde", disse o governador, segundo nota oficial. "O isolamento social ajudou a salvar mais de 80 mil vidas, de acordo com projeções."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.