FABIO MOTTA/ESTADÃO
FABIO MOTTA/ESTADÃO

Zoológico do Rio terá tirolesa sobre jacarés

Novo projeto prevê até mergulho protegido por jaula transparente; local está fechado por falta de condições de receber o público

Alfredo Mergulhão, O Estado de S. Paulo

20 Janeiro 2016 | 03h00

RIO - Fechado desde quinta-feira por falta de condições de receber o público, o Zoológico do Rio deverá ser reaberto pela iniciativa privada, de acordo com edital divulgado nesta terça-feira, 19, pela prefeitura. O projeto prevê até uma tirolesa de 14 metros de altura e com o mínimo de 60 metros de extensão que passará acima dos espaços ocupados por animais selvagens e o lago dos jacarés. 

O edital sugere que haja até um mergulho dos visitantes no lago, protegidos por uma espécie de jaula transparente.

Apesar disso, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) negou nesta terça o pedido do governo municipal para a reabertura imediata. 

A instituição informou que só vai autorizar a volta dos visitantes depois que as obras emergenciais estiverem finalizadas.

O anúncio do investimento de R$ 66,6 milhões pela empresa vencedora da concorrência não convenceu o Ibama e o Ministério Público Federal (MPF). 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.