Fabio Motta/Estadão
Fabio Motta/Estadão

Sargento da PM morre em operação no Morro dos Macacos, zona norte do Rio

Ação dos policiais interditou os dois sentidos do túnel Noel Rosa, em Vila Isabel; Jason da Costa Pinheiro é o 58.º PM morto este ano no Estado

Constança Rezende e Jéssica Otoboni, O Estado de S.Paulo

28 Junho 2018 | 07h07
Atualizado 28 Junho 2018 | 13h02

RIO / SÃO PAULO - Um sargento da Polícia Militar foi morto durante uma operação policial realizada na manhã desta quinta-feira, 28, no Morro dos Macacos, em Vila Isabel, zona norte do Rio de Janeiro. Segundo informações da corporação, a vítima era o 2.º sargento Jason da Costa Pinheiro, lotado na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da comunidade.

+ Operação policial prende 5 pessoas e apreende 2 adolescentes no Rio

+ Segurança mobiliza 2 mil homens em operação na zona sul do Rio 

Ele foi baleado na cabeça e recebeu atendimento no Hospital do Andaraí, mas não resistiu aos ferimentos. O policial tinha 42 anos, ingressou na corporação em 2000 e deixa mulher e três filhas. Ele é o 58.º policial militar morto em ações violentas no Estado do Rio neste ano, segundo informações da PM.

+ Operação em favelas do Rio tem 16 presos e um ferido

+ Polícia Militar realiza operação na zona oeste do RJ e estrada Grajaú-Jacarepaguá é fechada

A operação, realizada por policiais da UPP para checar informações do setor de inteligência na comunidade, interditou os dois sentidos do túnel Noel Rosa. O Centro de Operações da Prefeitura do RJ pediu que os motoristas evitassem a região. Segundo a PM, os agentes foram confrontados em diversos momentos e o Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) foi acionado para dar apoio.

Nesta quinta-feira, também é realizada um operação de intervenção das Forças Armadas e da Secretaria de Segurança nos morros do Chapadão e da Pedreira, na zona norte do Rio. A ação envolve cerco e desobstrução de vias e revistas de pessoas e veículos.

Foram disponibilizados 5,4 mil militares das Forças Armadas, 80 policiais militares e 100 policiais civis. Panfletos estão sendo distribuídos por helicópteros nas comunidades com orientações sobre como colaborar anonimamente com informações úteis e acessar a Ouvidoria da Intervenção.

Por volta das 11h, o túnel Marcello Alencar também foi interditado no sentido Aterro do Flamengo em razão de uma ocorrência policial, segundo informações do Centro de Operações. Pouco depois, ele foi liberado e somente o sentido Avenida Brasil permanecia fechado. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.